A insensibilidade dos deputados federais e senadores quanto à dura realidade vivida pelos brasileiros foi demonstrada novamente no deplorável episódio da aprovação do Fundo Eleitoral, que triplicou os recursos destinados aos partidos políticos para as eleições de 2022.
É inadmissível que, em meio a uma pandemia que continua afetando milhões de brasileiros e que os recursos destinados à saúde são sempre muito inferiores às necessidades, os parlamentares destinem R$ 5,7 bilhões para financiar suas próprias campanhas eleitorais. Um orçamento que, aliás, jamais deveria integrar os gastos públicos.
O Brasil possui carências gigantes para serem superadas em todas as áreas, seja na saúde, educação ou infraestrutura. Ao mesmo tempo em que impõe uma das mais altas cargas tributárias do mundo, faltam recursos para obras que de fato possam melhorar a competitividade brasileira, desenvolver a economia e oferecer mais qualidade de vida à população.
Os brasileiros, sejam trabalhadores ou empreendedores, estão cansados de serem duramente desprezados pela classe política, que legisla apenas a seu próprio favor. É mais uma atitude que causa revolta na sociedade e demonstra claramente os interesses político-partidários de parlamentares sem qualquer comprometimento com o país.
Manifestamos o mais veemente repúdio ao Fundo Eleitoral, esperando que o Congresso Nacional tenha um mínimo de sensatez para revogar o reajuste e, numa demonstração de justiça, extinguir totalmente a previsão orçamentária para campanhas eleitorais.
Acreditamos e defendemos que a vontade dos brasileiros, que deve prevalecer em todos os momentos, seja respeitada e atendida por aqueles que oficialmente os representam.

Contato


captcha
Powered by BreezingForms

Localização


Rua Afonso Grosskopf, 352 - Colonial ⁞ São Bento do Sul/SC ⁞ CEP: 89288-200 ⁞ Telefone: (47) 3635-0768 ou 3633-2884